Descubra os 10 Melhores Sítios Onde Comer Caldo Verde Porto

Neste artigo, mergulhamos na rica tradição culinária do Porto, explorando os melhores locais onde se pode apreciar o clássico caldo verde. Esta sopa reconfortante, tão emblemática da gastronomia portuguesa, encontra a sua excelência em estabelecimentos cuidadosamente selecionados nesta cidade cosmopolita à beira-rio. Dos tradicionais tascos às modernas casas de sopas, cada local oferece uma interpretação única desta delícia verde, combinando ingredientes frescos e técnicas culinárias tradicionais para criar um prato que aquece o corpo e a alma. Prepare-se para uma viagem gastronómica que celebra os sabores autênticos do Porto e oferece uma dose generosa de conforto em cada colher.


Melhores Sítios Onde Comer Caldo Verde Porto





1 – Valentim

  • Endereço: Tv. do Carmo 16, 4050-165 Porto

Situado no coração da cidade piscatória de Matosinhos e a cerca de 10 minutos a pé da praia, o restaurante “O Valentim” combina frescura e grelha. Aqui, encontramos peixes de elevada qualidade, maioritariamente grelhados, sendo o peixe todo ele grelhado no exterior, convidado quem passa com os cheiros que ficam na rua. Pode escolher entre degustar a sua refeição no interior do restaurante, ou no espaço exterior, devidamente abrigado do sol, ou da chuva. Na carta existem várias opções, mas os peixes mais requisitados são o robalo, a dourada, as sardinhas, lulas e o rodovalho. Não obstante, existem outras opções e métodos de confeção. Existem também boas opções para abrir o apetite, com destaque para a sopa de peixe, o caldo verde, a amêijoa, o camarão e a petinga. Para culminar a experiência, nada melhor do que experimentar uma das muitas sobremesas caseiras do Valentim, destacando-se o leite-creme, o pudim, a tarte de maracujá e o brigadeiro. 


2 – Conga – Casa das Bifanas

  • Endereço: 

Aberto desde 1976, o Conga – Casa das Bifanas é um dos restaurantes mais famosos do Porto, para os amantes de bifanas. Fica bem perto do Mercado do Bolhão e é um sítio tipicamente portuense. A decorar o espaço, estão autênticos tesouros recolhidos ao longo da sua história: pratos com mais de 30 anos gravados com emblemas do clube da cidade, telefones antigos e até a primeira fiambreira que o restaurante chegou a ter. Aberto em horário alargado, das 11h30 às 22h00, o Conga é sempre uma excelente opção para se matar a fome a qualquer hora do dia. Para além das bifanas, são também especialidades os cachorros e as codornizes.


3 – Tasca da Badalhoca

  • Endereço: 

Se o tempo é escasso, mas a fome aperta, o “Taxca”, ou “A Badalhoca”, como preferir chamar (mas ambos os nomes são válidos), é uma ótima opção a considerar-se. De portas abertas desde 1929, este restaurante é conhecido pelas suas sandes de presunto e, claro, pelas bifanas. Note-se, que desde 2013, existe uma segunda Taxca. Nesse sentido, pode escolher entre a que se localiza fora do centro, ou, a mais recente, na baixa portuense. Em ambas, pode contar com a qualidade de sempre, uma decoração rústica agradável e as míticas pernas de presunto penduradas no teto a acentuar o conceito do espaço.


4 – Churrasqueira Central das Antas

  • Endereço: 

Localizada no coração da Avenida Fernão Magalhães, a Churrasqueira Central das Antas é um espaço com um nível diferenciado. A decoração, cuidada e atenta ao detalhe, contrasta com o dogma tradicional sobre as churrasqueiras, no entanto, a ementa é maioritariamente concebida com pratos de grill. Algumas das opções mais conhecidas são a picanha, as espetadas de lombo, o frango no churrasco ou o tradicional grelhado misto. Para abrir o apetite, é obrigatório provar-se a bifana, mas existe outras opções igualmente saborosas. Este espaço disponibiliza ainda o serviço de take-away e está presente nas principais redes de entrega em casa, como a UberEats.



5 – Casa Guedes

  • Endereço: 

Todo o amante de bifana portuense, conhece ou já ouviu falar da Casa Guedes. A história deste restaurante remonta a 1987, quando dois irmãos compraram o “Snack Bar Guedes”, e desde então, tudo tem feito para expandir o conceito e a marca. Aqui, o pedido mais usual é “a sande de pernil e um espadal”, sendo o espadal, uma referência da casa para uma cerveja. Até ao momento, a Casa Guedes conta com 4 espaços diferentes, todos na cidade do Porto, mas, nem sempre foi assim, já que o grupo já esteve bem perto de fechar aquando das obras na rua do seu primeiro espaço, o Casa Guedes Tradicional, cuja morada está referida em cima.


6 – Escondidinho

O Escondidinho é um restaurante sem paralelo na cidade do Porto e, muito provavelmente, em todo o país. Foi o primeiro restaurante a ter a distinção de 2 estrelas Michelin, em 1936, e ainda hoje é objeto de visita de algumas das caras e famílias mais ilustres que o mundo conhece, como é o caso da família real espanhola. Este restaurante conta com mais de 90 anos de história e situa-se na emblemática Rua Passos Manuel. Até aos dias de hoje, o restaurante preserva a excelência da sua cozinha, com forte influência nortenha. A decoração estima a origem do espaço, que se moldou de acordo com o estilo das velhas casas solarengas do Norte.


7 – Abadia do Porto

Podemos considerar o restaurante Abadia do Porto como uma instituição gastronómica da cidade Invicta, um exemplar único do potencial e da qualidade que a gastronomia sempre teve. É um restaurante muito típico, que fica na zona do Ateneu Comercial, ou seja, goza de uma boa centralidade na cidade, o que lhe confere ainda mais visibilidade na região. Muito para além da sua localização, quem é cliente da Abadia do Porto, não deixa de o ser, única e exclusivamente pela constante qualidade dos seus pratos e pela simpatia de todos os colaboradores que elevam ainda mais toda a experiência. Há sempre bons motivos para ir a este restaurante, no entanto, se o desejo for realmente por algo tradicionalmente português, este restaurante tem de estar nos lugares cimeiros das opções.


8 – A Tasquinha

Localizado na baixa portuense, junto à Igreja do Carmo, a Tasquinha é um restaurante que conta com mais de 40 anos de história, sendo um espaço que se caracteriza por ser muito tradicional, quer pela sua decoração, quer pela sua comida. Aqui, predominam os tons de madeira escura com as paredes brancas, destacando-se as cadeiras em forma de banco que convidam a uma maior união à volta da mesa. Pela dimensão do seu espaço e mobiliário utilizado é um restaurante muito interessante para grandes grupos, estando apenas encerrado aos Domingos. Nas comidas, destacam-se os pratos mais tradicionais, como por exemplo o arroz de marisco, o polvo à lagareiro e o bacalhau com natas.


9 – Encaixados

Situado bem no centro da cidade do Porto, próximo da famosa Torre dos Clérigos e da Livraria Lello, o restaurante Encaixados é um espaço a visitar-se, não só pela decoração, como pela comida. O espaço é amplo, acolhedor e equilibra em perfeição o toque moderno à sua gastronomia com o ambiente rústico que transmite, à partida. A experiência gastronómica aqui oferecida é fiel ao património português, sendo um restaurante familiar e económico com uma vasta seleção de produtos. Da carta, destacam-se os petiscos para partilhar e ainda as Bochechas de Novilho, os tentáculos de Polvo Assado, o magret de pato e a moqueca de bacalhau e camarão.


10 – Voltaria

  • Endereço: R. Afonso Martins Alho 109, 4050-018 Porto

Tal como o nome indica, o Voltaria é um restaurante direcionado para o serviço de tapas e pratos de pequenas proporções, no entanto, serve, para além dos tradicionais petiscos, algumas opções de pratos principais. É um espaço pequeno, marcado pelas mesas e cadeiras altas que não comportam mais do que 4 pessoas, sendo ideal para uma pequena paragem antes de um jantar com amigos, ou para uma refeição mais relaxada com um menor grupo de pessoas. De toda a carta, as opções mais famosas e vendidas são os pastéis de bacalhau com ovo de codorniz e os pastéis de Tentúgal de alheira, ambos inovações da cozinha portuguesa, sendo o último o caso mais singular, dado que os pastéis de Tentúgal são, na sua origem, uma sobremesa.


// Descubra também os Melhores Sítios Onde Comer Brunch na Foz do Porto.



Ao encerrar a nossa procura pelos melhores locais para saborear o caldo verde no Porto, é evidente que esta cidade oferece uma experiência gastronómica autêntica e reconfortante. Cada estabelecimento destacado não só preserva a tradição deste prato iónico, como também adiciona o seu toque único de criatividade e sabor. Dos recantos tradicionais às modernas casas de sopas, os visitantes podem desfrutar de uma variedade de interpretações deste clássico da culinária portuguesa. Que esta jornada tenha inspirado todos a explorar e apreciar os sabores autênticos do caldo verde, oferecendo uma deliciosa lembrança das maravilhas culinárias encontradas nas ruas do Porto.

António Araújo
Restaurantes Porto
Um português com alma de explorador e um amor profundo pela gastronomia e viagens. Crescido entre as tradições e paisagens de Portugal, tece histórias através dos sabores que descobre em cada esquina de sua terra natal e nos caminhos que trilha pelo mundo. 
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram